Comunicação e transformações sociais: o panorama de investigação da perspectiva sociotécnica

Resumo

O projeto visa à mapear os conceitos, teorias, abordagens, objetos e metodologias de referência, nacional e internacional, que procurem dar conta dos processos sociotécnicos da comunicação voltada à transformação social. Diante da reconfiguração dos processos comunicacionais desencadeados na sociedade midiatizada, em que os atores sociais (indivíduos, grupos e organizações) têm acesso, em potencial, às tecnologias midiáticas, para produzir, distribuir, compartilhar e interagir com conteúdos voltados ao desenvolvimento da cidadania, torna-se importante mapear o papel das interações sociotécnicas no processo de transformação social. Propõe-se, assim, inicialmente, uma revisão de literatura objetivando formular um estado da arte sobre a seguinte questão problema: de que forma se expressam os processos sociotécnicos comunicacionais com vistas à transformação social? São diversas as perspectivas teórico-metodológicas que tem buscado, nos últimos dez anos, propor conceitos que definam esses atores com papel ativo na midiatização dos projetos de transformação social.

Coordenação

Rafael Foletto – Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Professor Departamento de Ciências da Comunicação da UFSM/FW.

Sobre o autor

Igor Morandi