Agência Experimental de Jornalismo

Resumo

A Agência funciona, desde sua criação, como um espaço para a prática orientada da produção noticiosa no curso de Jornalismo do Departamento de Ciências da Comunicação (Decom) da UFSM, campus Frederico Westphalen, proporcionando aos estudantes uma maior aproximação com a realidade regional por meio das práticas jornalísticas. A Agência Experimental de Jornalismo parte, assim, da atuação consolidada e reconhecida da Agência da Hora, e propõe sua reestruturação como um laboratório de produção e distribuição de conteúdo jornalístico multimídia e multiplataforma. Para além de seu viés noticioso/factual, propõe-se o incentivo à produção experimental de conteúdos jornalísticos de caráter analítico/interpretativo que mantenham o foco local/regional, mas por meio de sua articulação com linguagens, formatos e mídias de caráter inovador. A proposta é explorar as linguagens e formatos narrativos disponíveis, integrando ao fazer jornalístico laboratorial experimentações com infografia, aplicativos para dispositivos móveis e narrativas multiplataforma, oferecendo ao público conteúdos aprofundados, acessíveis e visualmente agradáveis sobre as práticas sociais e culturais desenvolvidas na região. Deve-se enfatizar que o caráter laboratorial se soma à prática da extensão na própria produção dos conteúdos jornalísticos, quando os alunos vão à comunidade captar e desenvolver pautas a ser veiculadas na Agência e, que, depois retornam a esta mesma comunidade em forma de produtos jornalísticos. A Agência foi registrada em 2008 e, desde sua criação, foram publicadas mais de 1500 matérias jornalísticas escritas no site da Agência da Hora; a Web TV Da Hora e o Telejornal Notícias Da Hora contabilizavam, em 2015, mais de 350 edições. Faz parte da história da Agência a realização de coberturas jornalísticas multimídia de fatos e acontecimentos da região, como a investigação da morte do menino Bernardo, cujo corpo foi encontrado em Frederico Westphalen e gerou mobilização de alunos da Agência – uma foto feita por uma aluna chegou a ser capa em um jornal da região. Um evento que ano a ano mobiliza a produção do Projeto é a Expofred – feira realizada em Frederico Westphalen, em que a Agência produz a rádio-feira, no parque do evento, além de ampla cobertura em seus canais próprios. Além disso, os alunos participam da cobertura de festivais nativistas, como o Carijo, de Palmeira das Missões, além de transmissões esportivas, que graças ao empenho dos acadêmicos e professores, conquistaram a audiência e o reconhecimento da comunidade regional.

Coordenadora: Luciana Menezes – Doutora e mestre em Comunicação, com ênfase em Comunicação Midiática, pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professora do Departamento de Ciências da Comunicação da UFSM/FW.

Sobre o autor

laura.bucholz